Trocando o notebook – a saga – Parte 3 – Instalando Linux

Depois de passear um pouquinho pelo Windows 7 e resolver que ia botar Linux na máquina nova, passei pra ação. Optei pela versão UNR (Ubuntu Netbook Remix) da distribuição Ubuntu 9.10, codinome Karmic Koala. Essa versão, pelo que eu li, é a que melhor se adequaria ao hardware do meu EeePC.

O processo de instalação foi relativamente indolor. Primeiro baixei a imagem ISO do UNR 9.10. Depois “queimei” uma imagem num pendrive bootável usando o Unetbootin, – isso tudo no Windows – espetei o pendrive no EeePC e fui pra BIOS apertando o F2 ao ligar o aparelho. Na BIOS, configurei o dispositivo USB como prioridade no boot e após um breve suspense, o Ubuntu estava rodando no modo “LiveCD”, sem instalação. Verifiquei que mesmo nesse modo, a conexão wi-fi funcionava certinho e já parti pra instalação. A parte mais delicada da instalação foi o particionamento do disco de 250 Gb. Resolvi, por via das dúvidas, preservar o Win7, que ocupava duas partições primárias. O disco tinha também outra partição primária reservada ao Win7, e partições menores reservadas a otimização do boot e swap. Depois de uma certa canseira, descobri que não é possível abrir mais que 3 partições lógicas, portanto eu teria que apagar uma delas pra instalar o UNR. Não consegui fazer exatamente o pretendido, que era abrir partições diferentes para / , /home e /boot, por pura inexperiência, e acabei deixando o Ubuntu fazer as partições automaticamente. No final deu tudo certo. A partição EFI e as do Win7 (reduzida pra uns 50Gb, não deu pra encolher mais) foram preservadas e agora tenho uma máquina dual-boot.

A interface do UNR é otimizada pras telinhas dos netbooks e usa um sistema de menus pop-up grandões e janelas sempre maximizadas, mas sinceramente, não me adaptei. Além disso, não gosto de marrom, que é a cor predominante no tema “Human” desta interface. A versão anterior, 9.04, tinha uma opção de alternar entre a interface Gnome tradicional e a UNR. Por algum motivo, não há essa opção no Koala. Então, refiz a interface Gnome quase na unha (quase, porque não precisei apelar pras temidas linhas de comando no terminal), sempre em modo gráfico. 

Depois de conseguir uma interface ao estilo Gnome, parti pra customização ao estilo Mac OS. Um “dock” de ícones na parte de baixo com o aplicativo Wbar e seu aplicativo de configuração Wbarconfig (), e uma linha na parte de cima do desktop com atalhos para as pastas mais utilizadas (Documentos, fotos, videos, pasta de compartilhamento de rede, downloads) e um painel gnome na parte de cima com o lançador do menu principal e os icones de controle (nivel de bateria, sinal wi-fi, controle de som, botão de desligar). O microfone embutido não funcionou de cara e foi necessário instalar o pacote linux-backports-modules-alsa-karmic-generic (2.6.31.16.29) pelo Synaptics. O bluetooth funciona bem logo de cara, com os Dongles genéricos que existem por aí, mas pra habilitar conexões 3G usando o celular como modem, precisei trocar o gerenciador Bluetooth nativo por um pacote chamado Blueman, que facilita muito a configuração do Bluetooth, através de uma interface gráfica.

Depois foi instalar o Compiz pra usufruir dos recursos 3D e desktops múltiplos, que junto com a virtual imunidade aos vírus, é uma das coisas mais legais do Ubuntu.

A máquina tá rodando redondinho. Praticamente não foi necessário apelar pro terminal. Com uma tela de 10.1” ainda dá pra apreciar a interface Gnome tradicional. Possivelmente com telas menores seja recomendável a interface Netbook Remix.

Em relação ao Win7, o UNR 9.10 perde um pouco em qualidade gráfica (o Win7 tem mais contraste e definição, parece mais agradável aos olhos), consome um pouco mais de bateria e não habilita o recurso Multitouch, bem interessante pros usuários de touchpad. A qualidade de imagem da webcam também piora com o Linux. Agora é ver o quanto essa maquininha aguenta.

Read and post comments | Send to a friend

Advertisements

About aurokam

Técnica a serviço da arte. Um trabalho em andamento sem previsão de término.
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

One Response to Trocando o notebook – a saga – Parte 3 – Instalando Linux

  1. Fala Primo!
    Desculpe o sumiço novamente.
    Perdi o seu e-mail para contato, manda pra mim outra vez.
    Já que a correria do dia a dia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s